Imagem

Brancos balões

Berlim Muro

Num domingo deste mês de novembro, uma linha de pontos brancos iluminados dividia Berlim pela metade. Por alguns momentos, havia um renque de balões inflados presos em hastes até se soltarem, ascenderem, sumirem em meio à imensidão do céu. A fileira de luz de 2014 está no Muro de Berlim de 1989. Onde havia opacidade, há transparência. Onde havia uma barreira intransponível, atravessamos. Aquilo que parecia permanente, hoje é fugaz como brancos balões.

Os 25 anos da queda do símbolo que sintetizava a segunda metade do século XX demandam nossa atenção. Esvaiu-se a clareza de distinguir dois lados bem diferentes. Heróis e anti-heróis misturam-se. Dicotomias são cada vez mais difíceis de serem estabelecidas.

Já faz quase 25 anos que a Guerra Fria terminou. Assumir a distância histórica da Guerra Fria e de cânones que ela estabeleceu para a análise do mundo é um ponto de partida recorrente em ensaios e matérias que escrevo para algumas publicações. Proponho-me a pensar na década de 10 do século XXI e a expor as minhas reflexões da década de 10 do século XXI.

O blog acercaacerca é o espaço virtual onde compilo os textos que publico em periódicos e, principalmente, apresento novos ensaios, reordenando ideias e interpretações acerca da cerca que a [contemporaneidade] cerca.

por Francesco Perrotta-Bosch

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s