Minimalismo nos trópicos

No Leblon Offices, a implantação contém uma especificidade passível de ser notada ainda quando se está na avenida Bartolomeu Mitre: o recuo de sua fachada em 5,5 m tanto é uma resposta a uma necessidade imposta pela legislação quanto é um modo como o arquiteto sutilmente destaca seu projeto dos banais edifícios adjacentes. Recuar também é um ajuste do ângulo de visão do pedestre, afinal tal ato contém a intenção de que a frente do prédio seja melhor admirada por quem está na calçada. E não se está em frente de qualquer fachada. Reconhece-se ali a assinatura pessoal de Richard Meier.

_

Leia na íntegra na AU 268 (julho 2016)
http://au.pini.com.br/arquitetura-urbanismo/268/richard-meier-no-rio-de-janeiro-conheca-o-leblon-offices-371735-1.aspx

Anúncios